Número total de visualizações de página

Follow by Email

sábado, 21 de março de 2009

Saia travada

Ontem tive uma reunião muito importante, então resolvi, como sempre que tenho uma reunião muito importante, ir muito gira. Fiz uma mistura que não é muito o meu genero mas que acabou por funcionar bem. Não gosto muito de misturar muitas cores a não ser que uma das peças seja colorida e por causa disso consiga conjuga-las. Mas muito cuidado não se deve misturar mais de 3 cores distintas. Voltando à roupa...como os meus únicos Pumps pretos estragaram-se, há determinados conjuntos que tenho evitado usar porque só ficavam bem com os ditos sapatos de verniz. A saia é muito gira do H&M, de licra e tem um padrão a fingir renda preta por cima de um verde esmeralda, muito original e elegante. Então resolvi colocar uns sapatos de cor oposta mas que iriam de certeza sobressarir o verde. Vermelho escuro de verniz, muito elegantes e originais. Com uma camisinha preta e um cinto largo. Ficava melhor do que eu imaginara.
Mas nem sempre o bonito é o confortável, o meu conjutinho maravilha acabou por ser desconfortável. A saia não parava de subir porque como estou um pouco mais cheinha nas ancas, passava demasiado a cima dos joelhos, a camisita era curta por isso não podia puxar a saia para baixo porque senão a camisa saia e o cinto não era assim tão largo que disfarçasse. Enfim passei o dia com a mão na saia e a tentar não fazer movimentos bruscos. Nestas situações o melhor que temos a fazer é "to keep going", sorrir e fingir que está tudo bem e que nos sentimos maravillhoas.

2 comentários:

Anónimo disse...

A quanto obrigas, oh vaidade e vontade de andar bela!

Energia disse...

É verdade, mas às vezes compensa o sacrifício.
Beijinhos