Número total de visualizações de página

Follow by Email

domingo, 15 de março de 2009

Hardcore experience

Na sexta -feira foi um stress, tive que fazer tudo cronometrado.
Às 18h00 tinha depilação, e supostamente às 20h00 tinha que estar pronta porque era a hora que tinha combinado com Luis para irmos para a Moda Lisboa, para ainda apanharmos a Marta às 20h15.
Felizmente o Luís atrasou-se, porque senão teria apanhado a seca da sua vida. Como tive que me arranjar à pressa a criatividade não estava a meu favor. Acho que experimentei tudo no guarda-roupa. Tinha na cabeça os botins prateados e roxos da Playboy, mas na realidade não tenho muitos conjuntos que combinem com eles. Depois estava na dúvida porque queria ir de saia, mas não queria usar collants porque ainda tenho as pernas muitos bronzeadas, das minhas férias nas Maldivas. Enfim depois de ter arranjado um look mais ou menos, os botins, calças roxas, uma túnica cinzenta, aliás um vestido cinzento mas que estava a fazer de túnica, continuava insatisfeita. Quando o Luís deu-me o toque para descer...tirei as calças e o vestido venceu. Coloquei um casaco de malha cinzento claro e comprido por cima, e fechei com um cinto largo roxo.
Estava a sentir-me muito mais confiante e preparada para enfrentar o olhar critico dos presentes na Moda Lisboa. Não é fácil irmos a um evento deste genero, temos que estar muito bem, sermo originais mas não perder a identidade. Eu consegui reunir o sufiente para não me sentir ameaçada.
A noite correu muito bem apesar da correria. A Marta acabou por ir lá ter por causa do nosso/meu atraso, mas foi uma excelente companhia, e tanto ela como o seu marido Pedro Machado foram fantásticos connosco.
Como chegámos tarde só vimos 2 apresentações: Dino Alves e Ana Salazar. A Ana impressionou-me com o vestivel que a sua colecção era. Os acessórios eram lindos! A única coisa irritante é que em vez da música ela substitui com uma batida género coração e cada modelo que entrava alguém dizia o nome. Na 1ª volta foi diferente, na 2ª e 3ª foi demais. Mesmo assim ela está de parabéns.
As vedetas lá estavam a roubar a atenção dos fotografos. Com quem está? como está vestida(o)? enfim, o de sempre. A única vedeta que achei muito fraquinha de imagem, foi a nossa famosa Lili Caneças cujo filme "o estranho caso de Benjamim Button" foi inspirado. Estava com umas calças azuis escura genero ganga, uma camisa de seda azul escura, demasido maquilhada para o conjunto e para rematar umas chinelas brancas de praia com taco de madeira. Para além disso esteve sempre sentada de perna aberta durante a apresentação da Ana Salazar. Será que era para lhe dar um ar mais jovial e descontraido? Não deu, ficou com um ar grosseiro, só faltava a pastilha elástica.
Acabámos a noite a jantar num restarante de janponês, "Confraria do Sushi", mesmo ali ao lado.

2 comentários:

Anónimo disse...

Não percebo... não queres usar saias porque tens as pernas muito bronzeadas? Nem sabes a quantidade de meninas que invejariam essa cor!! ;-)

Energia disse...

Olá,

Talvez não me tenha feito entender, eu quero mostrar as minhas pernas bronzeadas, mas como não sabia se ia ter frio, estava na dúvida se deveria ou não usar collants. Fui com o bronze à mostra! :)